13.9.08

Prémios


O épico lusitano do século XX recebeu o prémio D. Dinis. Cavaco compara-o a Camões e Pessoa. Como se diz daqueles que não sabem a figura que fazem?


[3] Parabéns
Eduardo Milheiro, 2008-09-13 21:54:48

6 comentários:

daniel.abrunheiro@gmail.com disse...

É português: nem sentido de humor nem sentido do ridículo.
Pobre Camões, pobre pessoa.

soledade disse...

Sobretudo, nenhum sentido das proporções. Mas bom, o vate do ps e o presidente estão um para o outro...

Amélia disse...

Bem...já sabemos de quão bem conhece Os Lusíadas o nosso Presidente -não se lembrava (pelo menos em 1996)do nº de cantos que tem e o ano passado leu, em 10 de junho, a 1ª strofe do Poema, dizendo «e entre gente
identificaram...» em vez de edificaram...(no tempo em que li pela primeira vez o Poema de todos os poemas, aprendi, e creio, éramos obrigados a aprender, de cor (não por bons motivos, mas pela leitura fascizante então feita;esse era também o tempo do nosso actual presidente)Não sei se ele saberá sobre Manuel Alegre tanto como sobre Camões...(certo que a obra do último é bem mais curtinha- em tamanho e grandeza- que a de Camões)...
Por mim, estou com o que diz a Soledade.

nd disse...

Nada de nada, Daniel. Claro que mandei a entrada para a tag apropriada.

nd disse...

De facto, fazem um par perfeito, o votado e o laureado por votos de encomenda, Soledade :)

nd disse...

Se não fosse o liceu, nem saberia de nenhum, Amélia. Assim, é certo saber difusamente de Camões, e, mesmo assim, sem se preocupar com o número de Cantos, tanto tempo lidou com outras contas :)

 
Free counter and web stats